Domingo, 16 de Maio de 2021, 22:08h

Há 521 anos, a chegada dos portugueses ao território brasileiro onde deu início à colonização

Publicado em: Quinta-feira, 22 de Abril de 2021, 16:30h - Por: Ascom CREFITO-14

 

Há 521 anos, o navegador português e sua tripulação enfrentaram tormentas, calmarias e doenças. Dos 1,5 mil homens que zarparam de Portugal, apenas 500 conseguiram voltar, sãos e salvos, para casa. Anualmente, em 22 de abril, é marcado pela chegada da frota do navegador português Pedro Álvares Cabral, ao território brasileiro, chegando ao país já havia várias comunidades indígenas totalizando aproximadamente cinco milhões de habitantes naquela época.

O encontro entre os portugueses e os índios foi um choque cultural, pois ficaram curiosos com objetos, animais, metais e com as roupas. Inicialmente o objetivo dos portugueses era catequizar índios, mas depois se iniciou o processo de colonização do Brasil e extração de matérias-primas do país, como o pau-brasil, fazendo com que a comunidade indígena fosse fortemente escravizada.

 Na época, o rei de Portugal era, D. Manoel I, foi informado da descoberta através da carta escrita por Pero Vaz de Caminha. Pêro Vaz de Caminha era o escrivão da frota de Pedro Álvares Cabral e sua carta contava à Corte Portuguesa sobre as belezas da Terra de Vera Cruz, o nome que inicialmente deram ao Brasil. Na carta, Pêro Vaz de Caminha descreveu a terra, os índios, a primeira troca de presentes entre eles, e a primeira missa celebrada em território brasileiro, em 26 de abril.

O Brasil inicialmente era chamado de Terra de Vera Cruz, a sua data de descobrimento foi fixada em 3 de maio, mas a  publicação da carta escrita por Pero Vaz de Caminha, em 1817, pelo padre Aires de Casal fez com que a data da comemoração fosse mudada para 22 de abril. A mudança para a data  foi realizada em 1930 no Governo de Getúlio Vargas, quando a data também deixou de ser feriado pelo decreto nº 19.488.

#crefito14 #diadodescobrimentodobrasil #comunidadesindigenas #portugueses 


Fonte: Descobrimento, Brasil, História, Crefito14.