Segunda-feira, 08 de Agosto de 2022, 10:04h

Informar a existência de doenças raras é despertar na sociedade um olhar de igualdade, inclusão é empatia para os raros, que lutam pela vida.

Publicado em: Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2022, 10:00h - Por: Ascom CREFITO-14

O Dia Mundial das Doenças Raras, comemorado em 28/02, data criada pela Organização Europeia de Doenças Raras (Eurordis), em 2008. Tem o objetivo de sensibilizar a população sobre a existência e os cuidados com essas doenças e também de levar conhecimento e buscar apoio aos pacientes, além do incentivo às pesquisas para melhorar o tratamento.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças raras são caracterizadas por uma ampla diversidade de sinais e sintomas, que variam de enfermidade para enfermidade, assim como de pessoa para pessoa afetada pela mesma condição.
 
Geralmente, as doenças raras são crônicas, progressivas e incapacitantes, podendo ser degenerativas e também levar à morte, afetando a qualidade de vida das pessoas e de suas famílias. Além disso, muitas delas não têm cura, de modo que o tratamento consiste em acompanhamento clínico, fisioterápico, entre outros, com o objetivo de aliviar os sintomas ou retardar seu aparecimento.
 
Informar a existência de doenças raras é despertar na sociedade um olhar de igualdade, inclusão é empatia para os raros, que lutam pela vida.

O CREFITO-14 apoia esta causa!


Fonte: #crefito14 #diamundialdasdoencasraras #doencasraras