Domingo, 16 de Maio de 2021, 22:23h

A educação é um direito de todos, 19 anos da Lei das Libras.

Publicado em: Sexta-feira, 23 de Abril de 2021, 16:00h - Por: Ascom CREFITO-14

 

A comunidade surda, desde a história da antiguidade, vive uma busca por reconhecimento e aceitação, pelo direito de ensinar e de aprender. Hoje, a população surda conta com leis federais que versam sobre a importância da Língua Brasileira de Sinais (Libras), sobre o processo de inclusão do aluno surdo na rede pública de ensino e também sobre a formação que regulamenta a profissão do Tradutor e Intérprete de Libras. 

No Brasil, os surdos passaram a ter acesso à educação, em 26 de setembro de 1857, durante o Império, no governo de Dom Pedro II, que criou a primeira escola de educação de meninos surdos. Por meio da fundação do Imperial Instituto de Surdos-Mudos, se iniciou o processo de educação formal dos surdos no Brasil, que passaram a ter uma escola especializada para sua educação e oportunidade de criar a Língua de Sinais dos Centros Urbanos (LSCB).

Anualmente, comemorado em 23 de abril, o Dia Nacional de Educação de Surdos este dia, também conhecido como Dia Nacional do Deficiente Auditivo, tem o propósito de sensibilizar as pessoas para a situação das pessoas surdas e da sua linguagem em específico, sublinhando a necessidade de lutar por condições de vida, trabalho e educação mais apropriadas.

Durante a celebração da data, são realizadas várias atividades que consistem em  fóruns comemorativos, exposições, encontros de adultos e jovens surdos com partilha de experiências, entre outras. Atividades essas que visam a inclusão e a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência auditiva e ainda a afirmação da linguagem gestual. A educação é um direito de todos!

#crefito14 #dianacionaldaeducaçãodesurdo #diretoaossurdos #acessibilidade #inclusaosocial


Fonte: Libras, Deficiente auditivo, crefito14.