Segunda-feira, 06 de Fevereiro de 2023, 09:05h

Profissionais de Fisioterapia​ de todo o Brasil​ podem parcelar débitos através do Refis

Publicado em: Sexta-feira, 17 de Julho de 2015, 14:26h - Por: Redação
O presidente do Crefito14, Marcelino Martins, e a diretora financeira, Ana Flávia Machado, estão representando os fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais do Piauí, na reunião de diretores - secretários do Sistema Coffito/Crefitos que acontece, hoje (17), em Brasília. O encontro acontece durante toda esta sexta-feira (17), na sede do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito) e tem como pauta a compilação nacional do Programa de Recuperação Fiscal (Refis), a inadimplência das regionais do Coffito, e a construção de estratégias para redução da inadimplência em todo o sistema Coffito/Crefitos. Neste momento, Gabriel Ivo, profere uma palestra sobre "gestão financeira - uma visão aplicada às finanças públicas”. O presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Piauí (Crefito14), Marcelino Martins, ressalta que os temas debatidos são importantes para a independência de todos os Crefitos. “A saúde financeira é a base para que as ações de todos os Crefitos sejam realizadas. Estes encontros de formação e atualização em Brasília são fundamentais para a organização do sistema Coffito/Crefitos, em especial, para Conselhos como o Crefito14, que foi recém criado e responsável pela orientação de mais de três mil profissionais”, encerra Marcelino Martins. Programa de Recuperação Fiscal Profissionais e pessoas jurídicas inadimplentes junto aos Conselhos Federal e Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito e Crefito) poderão aderir ao Refis e parcelar débitos com atrasos superiores há dois anos, desde que não ultrapassem o valor de R$ 5 mil. Marcelino Martins, presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 14° Região – Piauí (Crefito 14), explica que os débitos poderão ser parcelados em até 12 vezes mensais e sucessivas, com isenção de juros e correção monetária, respeitando-se o valor mínimo de parcela de R$ 92,50. “É importante que os profissionais e pessoas jurídicas inscritos quitem seus débitos, de modo a contribuírem com a estruturação de nosso Conselho e, dessa maneira, colaborar com o bom andamento de nossas ações em prol das categorias", destaca Marcelino Martins. A adesão ao Refis 2015 pode ser solicitada formalmente por meio de formulário impresso e assinado pelo profissional e, no caso de empresa ou consultório, por um de seus responsáveis (técnico ou administrativo). O formulário deve ser entregue pessoalmente, por e-mail ou pelos Correios e solicitado pelo telefone 3216-6030 ou pelo e-mail crefito14@localhost Saiba como aderir O Crefito-14 disponibilizou três maneiras para a recepção dos pedidos de adesão. Para aproveitar as condições do Refis 2015, basta escolher por um destes meios: 1) Quem optar por entregar pessoalmente, pode ir até a sede do Crefito em Teresina e protocolar a entrega de documentos; 2) Por Correios, o documento deve ser encaminhado ao Crefito-14, no seguinte endereço: Av.Jóquei Clube, 299, sala 609, bairro Jóquei Clube, Edifício Empresarial Euro Business, CEP: 64049-240,Teresina-Piauí. Observação: destacar no envelope o assunto “Refis 2015”; 3) Quem optar por solicitação online deve digitalizar o documento assinado e enviar para o e-mail crefito14@localhost, utilizando como assunto do e-mail “Refis 2015”.