Sexta-feira, 12 de Abril de 2024, 17:01h

Crefito 14 promove capacitação sobre processo ético-disciplinar e nomeia quatro delegados para o interior

Publicado em: Sábado, 06 de Maio de 2017, 13:18h - Por: Redação
Conselheiros e suplentes do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Piauí (Crefito 14) participaram, neste sábado (6), de uma capacitação sobre as novas regras do Código de Processo Civil relativos aos procedimentos para realização de processos éticos-disciplinares no âmbito do Crefito. Ministrado pela assessora jurídica do Conselho, Geovana Nunes, a capacitação visa ampliar o conhecimento dos participantes e evitar quaisquer falhas nos processos ético-disciplinares que tramitam no Crefito. “Apesar de o departamento de fiscalização ser responsável por autuar e receber as representanções, a instrumentalização é feita pelos conselheiros e, como é um assunto iminentemente jurídico, muitos deles têm dificuldades de entender como funciona esses trâmites. O resultado é que muitos processos não andam por falta dessa instrumentalização por parte dos conselheiros e essa capacitação vai prepará-los para o exercício da função”, explica a advogada. De acordo com o presidente do Crefito 14, Marcelino Martins, devido à interiorização e ampliação do campo de atuação do profissional da fisioterapia e da terapia ocupacional, o Conselho percebeu a necessidade de adequar o exercício profissional dentro da legislação vigente. “Nosso intuito é que a sociedade possa usufruir melhor o papel desse profissional, tanto na área da educação, promoção, prevenção, tratamento, reabilitação e inclusão social. ”, explica. Crefito nomea quatro delegados regionais Ainda neste sábado (6), após a capacitação, o Crefito 14 realizou reunião plenária para a aprovação da portaria que cria o cargo de delgado voluntário para atuação no interior do Estado. Na oportunidade, foram aprovados os nomes de Venilson Serafim, Dionis Machado, Sharlandesrson da Costa e Janderson da Silva, que atuarão nas regiões de Picos, Parnaíba, Piripiri e Floriano, respectivamente. “Esses são os nossos primeiros delegados e eles serão de grande relevância no processo de fiscalização e apoio às ações educacionais do Conselho. Já estamos pedindo que eles prepararem uma agenda para que regularmente possamos oferecer temas atualizados aos profissionais e estudantes dessas regiões”, finaliza Marcelino Martins.