sábado , 21 julho 2018 - 10:12
Home / Capa Slide / Fisioterapeutas do HGV recebem capacitação sobre manejo da Ventilação Mecânica nas UTIs

Fisioterapeutas do HGV recebem capacitação sobre manejo da Ventilação Mecânica nas UTIs

Nesta quinta-feira (9), teve início o primeiro curso de capacitação interna em Ventilação Mecânica para profissionais do Hospital Getúlio Vargas (HGV). A capacitação segue até próximo sábado (11) e faz parte de uma parceria entre o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Piauí (Crefito 14) e o Hospital, por meio da Secretaria de Estado da Saúde.

Ministrado pelo fisioterapeuta e especialista e mestre em Engenharia Biomédica, Saulo Carvalho, do Hospital Getúlio Vargas, o curso tem como objetivo capacitar os profissionais de saúde sobre o manejo da Ventilação Mecânica no paciente em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Essa capacitação é feita pensando, principalmente, na qualidade dos serviços oferecidos aos pacientes nas Unidades de Terapia Intensiva. O paciente que vai para a UTI precisa de mais atenção e são esses cursos que levam informações novas e reciclam o aprendizado dos nossos profissionais”, frisa o presidente do Crefito 14, Marcelino Martins.

“Hoje, a realidade da assistência em pacientes criticamente enfermos requer um conhecimento aprofundado dos profissionais da saúde, uma vez que a maioria dos pacientes irá necessitar, em algum momento, de suporte ventilatório artificial. Então, os cursos de atualização, aperfeiçoamento e capacitação na área de Terapia Intensiva são extremamente importantes, uma vez que a educação continuada dos profissionais é que traz uma prática de excelência”, afirma o fisioterapeuta Saulo de Carvalho.

O fisioterapeuta e coordenador da fisioterapia do Hospital Getúlio Vargas, Dilson Marques, fala da parceria com o Conselho. “Estamos sempre buscando capacitar nossos profissionais e esse curso veio com a intenção de qualificar o atendimento, principalmente dos fisioterapeutas da área intensivista. Essa parceria com o Crefito 14 viabilizando o curso só nós ajuda para oferecer o melhor serviço à população”, destaca.

Para a estudante do 8º período de fisioterapia, Geniele Lima, “esse curso é de total relevância, principalmente para os fisioterapeutas, que precisam desse aporte respiratório todo o tempo, entendendo das funcionalidades respiratórias, tanto na UTI quanto para unidades cardiorrespiratória”, conclui.

Veja Também

Profissionais e estudantes de Parnaíba criam Grupo de Estudos de Fisioterapia Cardiorrespiratória e em Terapia Intensiva

Profissionais e estudantes de fisioterapia de Parnaíba realizaram a primeira reunião científica do Grupo de …

Crefito 14 apoia ação que leva orientações sobre qualidade do sono

Roupas, calçados, celulares e muito mais. No Shopping da Cidade, no centro de Teresina, o …